engenharia genética

sábado, março 25, 2006

Engenharia genética e modificação genética


São termos usados no processo de manipulação dos genes num organismo, geralmente fora do processo normal reprodutivo deste. Envolvem frequentemente o isolamento, a introdução do ADN num chamado “corpo de prova”, geralmente para exprimir um gene.
O objectivo é introduzir novas características num ser vivo para aumentar a sua utilidade, tal como aumentando a área de uma espécie de cultivo, introduzindo uma nova característica, ou produzindo uma nova proteína ou enzima.
.
Cadeia de ADN
São exemplos a produção de insulina humana através do uso modificado de bactérias e da produção de novos tipos de ratos como o ONCOMOUSE (rato cancro) para pesquisa, através de re-estruturamento genético. Já que uma proteína é codificada por um segmento específico de ADN chamado gene, versões futuras podem ser modificadas mudando o ADN de um gene. Uma maneira de o fazer é isolando o pedaço de ADN contendo o gene, cortando-o com precisão, e reintroduzir o gene para um segmento de ADN diferente.